Documentário celebra os sensacionais pioneiros do mountain bike no Brasil

Por Erika Sallum

Esta semana começou a circular o trailer de um novo documentário brasileiro que joga luz em alguns dos mais importantes pioneiros do mountain bike (MTB) no Brasil. Com direção de Ednei Sulzbach, da produtora BikeTV, o filme Masters do Mountain Bike faz uma belíssima homenagem a esses homens “brutos” e incríveis, que cismaram de pedalar na terra lá pelos anos 1980, quando a gente ainda nem tinha bicicletas decentes para isso. Se hoje esse esporte ainda é pouco conhecido do grande público, imagine uns dez anos atrás. Naquela época, entre a galera que curtia a modalidade, nomes como o de “Osvaldão” dos Santos eram (e, na verdade, ainda são) sinônimo de garra, força, agilidade e técnica.

O paulista Edu Ramires, lenda do mountain bike brasileiro, nos anos 1990 (Foto: Reprodução)

Como era legal ver Osvaldão, Edu Ramires ou Márcio Ravelli em ação quebrando tudo nos singletracks (todos eles estão retratados no filme). Havia ainda outros personagens maravilhosos, como Adriana Nascimento, Jaqueline Mourão, Cleber Anderson, Erivan de Lima, Abraão Azevedo… As provas não contavam com a estrutura de agora, e tudo era feito 100% por amor à bike e às trilhas. Nenhum deles ficou rico com o esporte. Uma pena: em um país “sério”, um atleta como Osvaldão teria tido todo o incentivo para pedalar forte e ser um “embaixador” do mountain bike brasileiro. Mesmo assim, todos continuam se dedicando de alguma forma à bicicleta, seja como dono de loja, organizador de prova ou treinador. Muitos competem ainda, agora na categoria “master”, provando que o MTB não envelhece de jeito nenhum (hell yeah!).

“O mountain bike no Brasil é bem mais obscuro que esportes como skate e surf, que contam com patrocinadores e visibilidade. Os precursores do MTB têm uma história riquíssima, mas que cairia logo no esquecimento caso não fosse registrada de alguma forma”, diz Sulzbach, que acalentava a ideia do documentário fazia alguns anos, até finalmente conseguir recursos para realizá-lo. “Por conta da minha profissão, eu viva encontrando esses caras sensacionais e ouvindo seus ‘causos’. São os verdadeiros criadores do MTB em nosso país, e eu percebi o quanto era importante documentar o legado deles.”

“Osvaldão”, um dos maiores mountain bikers deste país, na época “vintage” (Foto: Reprodução)

A ideia do diretor é transformar o material gravado em uma série, não apenas sobre os personagens que aparecem no documentário, mas incluindo também outras figuras importantes. Falta, claro, grana para que o projeto vire realidade. Se o mountain bike cresceu no Brasil nos últimos tempos, isso se deve aos mestres da terra que abriram caminho para as novas gerações. As marcas do setor e empresas “amigas da bike” deveriam perceber isso, se querem que o esporte e a cultura da bicicleta realmente cresçam por aqui… Vida longa a esses monstros do MTB!

O lançamento do filme acontecerá no dia 7 de junho, no site do Red Bull Bike.